Quando usar bom dia e bom-dia?

Quando usar bom e bom-dia?Bom e bom-dia

Bom dia

Usamos sem hífen como saudação, não importando a circunstância (escrevendo uma carta, um bilhete, um e-mail, etc.). Exemplos:

Bom dia, amigos!

Bom dia, querida professora! Seguem anexas minhas resenhas.

Bom-dia

Usamos quando a expressão tem função substantiva. É sempre acompanhada de um determinante (artigo, pronome, numeral e adjetivo). Exemplos:

Deu-me um bom-dia sem graça.
[a expressão está sendo acompanha do artigo indefinido um].

Nesse caso, tem até plural, bons-dias:

Já estava cansada daqueles bons-dias cheios de segundas intenções.

Sempre foi assim. Nada mudou com o acordo ortográfico.

Aulas de redação

Aprimore sua escrita com aulas virtuais de redação. Elas são dinâmicas e práticas. Até os mais atarefados conseguem participar. Para saber mais, clique aqui ou envie e-mail para ingrididicas@gmail.com.

Por este e-mail, você também contrata serviços de elaboração, revisão, formatação e correção de textos.

Obrigada pela visita e até a próxima!

+ dicas