O pronome relativo QUE e a preposição DE

que-de

O pronome relativo que é usado para substituir pessoa ou coisa, no singular ou no plural, evitando sua repetição. Por exemplo, em…

Roubaram a peça. A peça era rara no Brasil.

Peça está se repetindo. Para evitar a reprodução, usa-se o pronome que, devendo ser colocado após o substantivo:

Roubaram a peça que era rara no Brasil.

Observe: que está substituindo peça.

Essa montagem de período é feita por nós naturalmente, ou seja, sem dificuldades. Mas, quando o verbo do restante da outra oração exigir preposição, precisamos ficar atentos. Pois, nesse caso, a preposição deverá ser colocada antes do pronome relativo. Vou exemplificar com o verbo precisar, que requer a preposição de, muitas vezes esquecida na hora de unir as orações. Vamos lá:

Precisar

O assessor encontrou os documentos. O gerente precisava dos documentos.

Unindo as orações:

O assessor encontrou os documentos que o gerente precisava.

O que, como aprendemos, está substituindo os documentos. Mas onde está a preposição exigida por precisar?

O período só estará correto com a presença da preposição. Assim:

O assessor encontrou os documentos de que o gerente precisava.

Aulas de redação

Aprimore sua escrita com aulas virtuais de redação. Elas são dinâmicas e práticas. Até os mais atarefados conseguem participar. Para saber mais, clique aqui ou envie e-mail para ingrididicas@gmail.com.

Por este e-mail, você também contrata serviços de elaboração, revisão, formatação e correção de textos.

Obrigada pela visita e até a próxima!

+ dicas