Dica de redação: acerte na introdução!

Dica de redação acerte na introdução!Na introdução, além de apresentar brevemente a tese a ser defendida, o autor deve prezar pela originalidade a fim de que o leitor tenha interesse de continuar com a leitura.

Essa dica vale também para os blogueiros de plantão: capriche na introdução! Se ela estiver desinteressante, nem os mais ávidos leitores chegarão até o fim.

Se não quiser “provocar a ira” do examinador ou perder aquela significativa “curtida”, fuja de expressões desgastadas, tais como: antigamente; atualmente; desde os tempos mais remotos; hoje em dia; antigamente; foi-se o tempo; ao contrário do que muitos pensam; e tantas outras que certamente vieram à sua mente neste momento.

São previsíveis, imprecisas e não acrescentam nada. Podem ser utilizadas em qualquer contexto. Enfim, no quesito originalidade, levam nota ZERO. E o mais preocupante: seu uso normalmente revela falta de vocabulário e de argumentos do redator.

Assim como os termos citados, estes clichês (ou lugares-comuns) abaixo também provocam uma crise básica de desalento nos leitores/examinadores:

  • Amarga decepção;
  • Botar a boca no trombone;
  • Dar a volta por cima;
  • Deixou a desejar;
  • Doce esperança;
  • Em alto e bom tom;
  • Essa novela ainda continua;
  • Fechar com chave de ouro;
  • O diabo foge da cruz;
  • O fantasma do desemprego;
  • Pesam no bolso do consumidor;

Fique muitíssimo atento. Procure desenvolver um estilo original. Ler muito, estudar sempre sobre como melhorar a escrita e praticar a autocrítica é o caminho para uma um bom texto.

Aulas de redação

Aprimore sua escrita com aulas virtuais de redação. Elas são dinâmicas e práticas. Até os mais atarefados conseguem participar. Para saber mais, clique aqui ou envie e-mail para ingrididicas@gmail.com.

Por este e-mail, você também contrata serviços de elaboração, revisão, formatação e correção de textos.

Obrigada pela visita e até a próxima!

+ dicas