Crase: macete para saber se deve IR À ou A algum lugar

Clássico macete para o uso de craseCrase é a fusão da preposição a com os artigos a ou as, ou da preposição a com os pronomes demonstrativos aquela(s), aquele(s), aquilo. Usamos acento grave no a para indicar a fusão. Exemplo:

Refiro-me àquela casa.

Acima, a preposição a, que é exigida pelo verbo referir,  aglutinou-se ao a do pronome demonstrativo aquela, e essa fusão é marcada pelo acento indicador de crase no a que inicia o pronome:

Refiro-me a(prep.) aquela (pron.) casa.
➥ Refiro-me àquela casa.

Para compreender a crase, é fundamental conhecer a regência dos verbos e dos nomes que exigem a preposição a. Esse conhecimento nos permite verificar a ocorrência simultânea da preposição a e do artigo a(s) ou de algum pronome (como na frase analisada agora pouco) e, consequentemente, fazer o uso correto do acento grave. No entanto existem  dicas  que facilitam o uso da crase.

Para saber, por exemplo, se deve IR À ou A algum lugar (com ou sem o acento da crase), a dica é trocar o verbo ir pelo verbo voltar. Se você VOLTAR DA, haverá crase. Se você VOLTAR DE, não haverá. Deste modo:

Eu volto DE Goiás > Eu vou A Goiás.

Eu volto DA Bahia > Eu vou À Bahia.

Eu volto DE Brasília > Eu vou A Brasília.

Eu volto DA China > Eu vou À China.

Eu volto DE Israel > Eu vou A Israel.

Eu volto DA Paraíba > Eu vou À Paraíba.

Eu volto DE Curitiba > Eu vou A Curitiba.

Aulas de redação

Aprimore sua escrita com aulas virtuais de redação. Elas são dinâmicas e práticas. Até os mais atarefados conseguem participar. Para saber mais, clique aqui ou envie e-mail para ingrididicas@gmail.com.

Por este e-mail, você também contrata serviços de elaboração, revisão, formatação e correção de textos.

Obrigada pela visita e até a próxima!

+ dicas